Destaques

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Seja sincero, mas com Amor e gentileza!


Não, eu não concordo com essa grossura toda, não. 
Vão me desculpar os autointitulados “sinceros”, mas sair falando o que pensa, sem pedir licença, sem jeito e sem pudor não é sinceridade. É falta de educação mesmo. 

Quase sempre um dissimulado “desculpe a sinceridade” fala como se ele fosse o Rei da verdade. A cada crítica forçada e opinião que ninguém perguntou, ele justifica como “personalidade forte”.
 E eu aqui me pergunto se isso não passa de fraqueza de caráter, insegurança profunda e essas coisas que ninguém assume.
Tem até quem ofenda e magoe alguém com a desculpa de tentar ajudá-lo. 
Digamos a verdade com firmeza, mas com doçura. Por que não?

É claro que se pode ser sincero sem sair falando o que pensa. Todos podemos declarar nossa versão da verdade sem agredir. Mas tem gente por aí acusando pessoas de bom senso e educadas de hipocrisia, frescura, falsidade.. pelo simples fato de elas ainda usarem do amor ao próximo e educação para falar a verdade.

É estranho, mas a incrível inversão de valores que nos assola transformou em “fingido” o sujeito de bons modos. Reduziu à condição de “sonso” o cidadão que ousa dizer o que pensa com firmeza, sim, mas com toda a delicadeza que lhe cabe. Parece que ser gentil com o outro, é ser fraco!

Sigamos assim, exaltando os grosseirões autointitulados “sinceros” e julgando como hipócritas, frouxos, covardes de personalidade fraca os bem educados, e estaremos cada vez mais distantes uns dos outros, rolando ladeira abaixo no caminho para o nada.

Seja verdadeiro com você e com as pessoas, mas nunca esqueça de falar com educação e gentileza. Ninguém é obrigado a nada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, deixe aqui seu Comentário!! Beijosss