Destaques

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Ser Mãe..

Quando nasce um bebe, nasce uma Mãe...



Quando nasce um bebe, nasce uma mãe.
E um polvo. Um restaurante delivery. Uma máquina de chocolate prontinho. Uma mecânica de carrinhos de controle remoto. Uma médica de bonecas.
Uma professora-terapeuta-cozinheira de carreira medíocre. 
Nasce uma fábrica de cafuné, um chafariz de soro fisiológico, um robô que desperta ao som de choro.
E principalmente: nasce a fada do beijo.
Mente quem diz que mãe sente menos dor - pelo contrário! Ela apenas aprende a deixar sua dor para outra hora.
Atira o seu choro no chão para ir acalentar o do filho. 
Nas horas vagas, dorme. Abastece a casa. Trabalha. Encontra os amigos. Lê - ou adormece com um livro no rosto.
E, quando tem tempo pra chorar - cadê? -, passou.
A mãe então aproveita que a casa está calma e vai recolher os brinquedos da sala. "Como esse menino cresceu", ela pensa, a caminho do quarto do filho. Termina o dia exausta, sentada no chão da sala, acompanhada de um sorriso besta.
Já os filhos, ah!
Filhos fazem a mãe voltar os olhos para coisas que não importavam antes.
O índice de umidade do ar. Os ingredientes do suco de caixinha. O nível de sódio do macarrão sem glúten. Onde fica a Guiné-Bissau. Os rumos da agricultura orgânica. As alternativas contra o aquecimento global. Política. E até sua própria saúde. Mães são mulheres ressuscitadas.
Filhos as rejuvenescem, tornando a vida delas mais perigosa - e mais urgente.
Isso é ser mãe .
Fonte: revista Veja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, deixe aqui seu Comentário!! Beijosss